Novos bancos customizados em parceria com artistas brasileiros, onde intervenções foram feitas, a fim de transformá-los em mais um meio de expressão artística.
O projeto que leva a estética da street art para dentro das casas, tem como objetivo principal, fazer com que a arte criada nas ruas esteja cada vez mais presente no dia-a-dia das pessoas.
Cinco artistas foram convidados a participar do projeto: Derlon Almeida, Fefe Talavera, Flip, Ramon Martins e Sliks.
 
ARTISTAS
DERLON ALMEIDA

Derlon Almeida (1985), nasceu em Recife (PE) vive e trabalha em São Paulo. Atua como artista desde a sua adolescência, inicialmente trabalhando com graffiti e cartazes. Com o passar do tempo, aprimorou o seu trabalho através de pesquisas principalmente sobre pop art, cultura popular e sua iconografia. Explorando o contraste, apropriação da estética da xilogravura popular, produziu uma simbiose da intervenção urbana com um dos principais meios da cultura popular. Criando, assim, um novo projeto de linguagem contemporânea. Hoje em dia, produz ilustrações para revistas, agências de publicidade e para a indústria da moda. Derlon customizou 2 bancos Goma.goma_studiorenatamoura_derlon-1-3_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_derlon-1-0_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_derlon-1-1_foto-samuel-kim

goma_studiorenatamoura_derlon-1-4_montagem_foto-samuel-kim
Goma + Derlon Almeida

FEFE TALAVERA

Fernanda Salinas Talavera nasceu em São Paulo, em 1979. É filha de pais mexicanos e estudou tanto no México quanto no Brasil. Fato que influenciou muito seu trabalho.
Formada em Artes Plásticas pela FAAP/SP, considera a rua como local de maior aprendizado. É conhecida por utilizar diferentes práticas na concepção de seus trabalhos, e por criar monstros e figuras míticas que são espalhados por ruas e galerias do mundo todo. A artista já expôs em diversas cidades do mundo, como Madri, Barcelona, Los Angeles, Viena, Amsterdã e São Paulo.goma_studiorenatamoura_fefe-talavera_todos_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_fefe-talavera-1c_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_fefe-talavera-1_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_fefe-talavera-1_luz_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_fefe-talavera-1-1_montagem_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_fefe-talavera-2b_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_fefe-talavera-2_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_fefe-talavera-2_luz_foto-samuel-kim

goma_studiorenatamoura_fefe-talavera-2-1_montagem_foto-samuel-kim
Goma + Fefe Talavera
FLIP

Felipe Yung é um artista que fez seu nome nas ruas, onde é mais conhecido como “Flip”. Mestre dos sprays e canetões, ele bombardeou São Paulo por anos, aperfeiçoando sua caligrafia nos muros da cidade, como reza a tradição do graffiti.
Mas Flip também foi um dos pioneiros no Brasil a quebrar essa tradição e pintar personagens soltos pela metrópole, seres gigantescos ou pequenos e numerosos, geralmente com cores vivas. Suas influencias são Cultura Urbana e Design (arte, moda e música), Árvores nativas, Fetiches, Camuflagem e Caligrafia Japonesa (Shodo) e Urbana (tags e pixação) assim como Xilogravuras (Ukiyo-e). goma_studiorenatamoura_flip_todos_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_flip-1b_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_flip-1_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_flip-1-1_montagem_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_flip-2d_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_flip-2_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_flip-2_luz_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_flip-2-1_montagem_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_flip-3b_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_flip-3_foto-samuel-kim

goma_studiorenatamoura_flip-3-1_montagem_foto-samuel-kim
Goma + FLIP
RAMON MARTINS

Nascido em São Paulo, em 1981, mas criado em Minas Gerais, o artista Ramon Martins, que hoje reside em São Paulo é Bacharel em Artes Plásticas na Escola Guignard de Belo Horizonte e possui ampla experiência na arte de rua. Utiliza o spray com reconhecida competência, passando também pela têmpera, tinta acrílica e pela aquarela, sempre com um diferenciado senso de composição. Há um marcado diálogo com o Oriente, mas essas imagens passam por um intenso filtro, não se mostrando nunca acomodadas, mas repletas de ironia e irreverência em relação à sociedade.goma_studiorenatamoura_ramon-martins-todos_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_ramon-martins-2aa_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_ramon-martins-2_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_ramon-martins-2_luz_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_ramon-martins-2-1_montagem_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_ramon-martins-1_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_ramon-martins-1_luz_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_ramon-martins-1b_foto-samuel-kim

goma_studiorenatamoura_ramon-martins-1-1_montagem_foto-samuel-kim
Goma + Ramon Martins
SLIKS

Nascido na região central de São Paulo, Rafael (a.k.a. Sliks), começou com a “TAG” na carteira da escola e nunca mais parou de escrever. Sua carreira precoce teve início em 1997 com os vínculos aos grupos de grafiteiros e pixadores, que o levaram para outros espaços da cidade. Reconhecido pelas suas habilidades compositivas, construindo universos oníricos e surreais que aparecem em suas intervenções urbanas. Fortemente afetado pela textura da cidade, sua degradação pelo tempo e pela poluição, seu trabalho é a síntese de experimentações que passam pela cor, pela espessura dos traços e pelos cruzamentos entre o micro e o macro na composição.goma_studiorenatamoura_sliks_todos_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_sliks-2c_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_sliks-2_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_sliks-2-1_montagem_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_sliks-1d_foto-samuel-kimgoma_studiorenatamoura_sliks-1_foto-samuel-kim goma_studiorenatamoura_sliks-1_luz_foto-samuel-kim

goma_studiorenatamoura_sliks-1-1_montagem_foto-samuel-kim
Goma + SLIKS

Fotos: Samuel Kim

Cliente: Studio Renata Moura

Ano: 2013

Prêmio: Finalista no IF Awards (Alemanha), em 2006; finalista no 21° Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, em 2007; finalista no IDEA/EUA, em 2007; bronze no IDEA/Brasil, em 2008; menção Honrosa no Prêmio Design Movelpar, em 2009.